Notícia

PELETIZAÇÃO DE RAÇÕES

Como está o custo do meu setor de Peletização?

Nos caminhos da peletização com eficiência, aquela que realmente nos traz o custo benefício satisfatório, observamos que muitas fábricas com seus equipamentos montados e peletizando a contento esquecem de observar regras básicas para verificarem se realmente estão trabalhando no azul. Dizemos isso porque muitos, acabam se esquecendo que análises no processo, reciclagem nos colaboradores, manutenção preventiva ou preditiva são simplesmente fatores de investimento e não custos desnecessários em sua produção. Para que todos possam pensar melhor relacionamos vários itens que precisam ser analisados pelos profissionais responsáveis pela área técnica das empresas.
1-O consumo de água pela caldeira está normal?
2-O consumo de lenha da caldeira está dentro dos padrões de sua capacidade de produção de vapor?
3-A linha de vapor está isolada totalmente?
4-A estação de vapor tem um eliminador de condensado?
5-A válvula de redução de pressão está sendo conferida periodicamente?
6-Qual a cor da mola de sua válvula de redução?
7-Tem válvula de controle de vazão de vapor na linha? Como ela está sendo acionada?
8-Qual a temperatura e umidade da massa dentro do condicionador?
Observem que esses itens são básicos na inspeção e correspondem somente à entrada do vapor no condicionador da peletizadeira. São controles que deveríamos ter à mão, para sabermos se a prensa está operando com sua capacidade total e fornecendo pellets com o PDI exigido pelo mercado.
Ourinhos, 23/03/2021

Vanderlei Pires de Oliveira

Fone: **14) 98121-6455
Email: vanderlei@vpoconsultoria.com.br
www.vpoconsultoria.com.br